Se você decidiu começar a trabalhar com seu próprio negócio, ou iniciar uma carreira freelancer, e você quer elevar isso para um nível profissional, esse é o post certo para você. Aqui listei dicas importantes e iniciais, para lidar com o dia a dia de um trabalho por conta.

Para tornar o post mais útil e efetivo, as dicas aqui são seguidas de Plano de Ação, ou seja, enquanto você lê, você já pode começar a colocar em prática seguindo as ações sugeridas. Pode ir lá fazendo, que o post vai ficar aqui esperando por você para continuar!

1- Horários: Planeje o seu dia, defina quanto tempo você quer gastar com cada tipo de tarefa, e tenha bem determinado quanto tempo por dia você vai trabalhar e qual será seu horário de trabalho. Planejamento e organização são primordiais para o seu negócio dar certo, principalmente se ele depende de você para acontecer.

Plano de ação:

Defina quantas horas por dia vai trabalhar, em quantos dias por semana.

Liste tudo o que você precisa fazer de um grosso modo, quais tipos de tarefa você tem, e identifique quanto tempo você deve gastar em cada uma delas. Exemplos de tarefas: Retirar produto com fornecedor, confeccionar, cuidar do site, cuidar das redes sociais, responder e-mails, cuidar da sua marca, suporte aos clientes, postar os produtos nos correios, organizar a agenda.

Você pode usar ferramentas como o Asana ou Trello para criar boards e colocar lá todas as suas tarefas, seja tarefas únicas que surgem com suas necessidades, ou tarefas diárias, ou tarefas com outras frequências. Dessa forma, você tem controle de tudo o que precisa fazer vs tudo o que você está fazendo

Use ferramentas como o Google Agenda para planejar a sua semana, e colocar as tarefas com horários na sua agenda, assim cada momento do dia você vai ter algo definido para executar. Isso é importante para você não ficar se preocupando todos os dias o dia todo com o que você precisa fazer agora, ou se não tem nada mais importante para ser feito. Faça uma boa agenda, e siga ela. (O mais legal, é que você pode sincronizar o Asana com o Google Agenda, e tornar tudo ainda mais eficiente)

2 – Cuide da sua marca. Seja a sua marca você ou o seu serviço, ou sua empresa. Defina quem você é, o que você oferece/vende, que tipo de publico você quer atingir, que imagem você quer passar. Com isso, você poderá ter melhores estratégias para vender, e as pessoas vão entender melhor e ter mais chances de se identificar e confiar em você.

Plano de ação:

Defina e documente: Quem é sua marca? O que sua marca oferece? Que valor isso pode trazer na vida das pessoas?

Tenha uma identidade visual, você pode pagar para um profissional fazer isso, ou tentar você mesma no começo. É importante ter um logo, um nome descritivo, marcante e fácil de lembrar, dependendo do seu negócio, ter um site, portfólio ou ecommerce fácil de navegar, vender, e tirar possíveis dúvidas. Também é importante para você ser encontrada e lembrada

Faça textos descritivos para colocar no seu instagram, facebook, site ou blog: Explique quem você é, o que você oferece, como as pessoas conseguem adquirir seus produtos. É muito, muito importante ter esse tipo de informação fácil de encontrar.

3 – Seu cliente é a prioridade do seu negócio. Durante minha jornada freelancer, meu grande erro foi acreditar que o serviço era o mais importante, que eu deveria entregar algo que fizesse sentido pra mim, que fosse perfeito no meu ponto de vista de acordo com a minha experiência. Mas isso não adiantava se o meu cliente não amasse o que eu estava entregando, se a experiência dele comigo não fosse incrível. Com certeza, hoje, eu daria muito mais importância para garantir uma boa experiência para o meu cliente em relação a comunicação, prazo, e também para que o meu produto fosse perfeito para ele.

Plano de ação:

Tenha um contrato se você oferece um serviço, isso é importante para proteger você, seu cliente, e manter a confiança e seriedade do seu negócio

Defina prazos realistas para suas entregas e deixe isso bem claro para o seu cliente, além de realmente cumprir seus prazos. Caso seja algo que você precisa enviar pelos correios, compartilhe o código do rastreamento para seu cliente. Mantenha-o sempre atualizado em que fase do processo está.

Faça briefings, compartilhe suas ideias com seu cliente, deixe bem claro o que você está fazendo e tenha certeza que ele entendeu e que é isso que ele quer. Se for algo feito sob encomenda, é sempre bom colocar seu ponto de vista, experiência e expertise no trabalho, mas lembrando que o seu cliente precisa amar o seu trabalho, mesmo que as vezes, a opinião dele seja diferente da sua.

4 – Crie um plano de divulgação. Acho que essa era a parte que eu tirava nota 10 no meu negócio. Saber divulgar é importante para que as pessoas não ignorem o seu link na timeline delas, pelo contrário, elas precisam criar um interesse real em conhecer, e depois é com você convencê-las que seu produto/serviço é bom o suficiente para que elas queiram investir nisso.

Plano de ação:

Defina quais formas você pode divulgar o seu negócio, seja postando em grupos do facebook, falando sobre isso no seu instagram, conseguindo seguidores novos, postando conteúdos relevantes no insta para atrair gente, criando conteúdo em um blog para ser encontrada pelo seu público, contratando alguém para fazer isso, enfim, existem diversas formas a serem estudadas, seja direta ou indiretamente

Coloque no seu calendário os momentos em que você vai divulgar, ou o tempo que você vai reservar para isso, as vezes com bastante demanda a gente pode esquecer de fazer, e quando a alta demanda passar, ficamos desesperadas. Para evitar isso, divulgar com frequência seguindo o plano, é uma boa ideia.

Faça um bom trabalho, e incentive as pessoas a te indicarem: Você pode pedir para que as pessoas avaliem seu trabalho, ou ter um espaço para expor quando elas te indicarem (como highligths do insta, por exemplo), deixe a avaliação delas no seu site. O boca a boca sempre tem muito valor.

5 – Saiba cuidar do seu dinheiro e investir no seu próprio negócio. Pode ser difícil conseguir controlar o seu dinheiro, se ele cai de pouquinho em pouquinho na sua conta, e você tem vários boletos pra pagar. Mas ter certos controles é importante para que você não desanime e para que todo o seu trabalho valha a pena.

Plano de ação:

Tenha metas de quanto você quer ganhar no mês, metas realistas com o seu projeto, e a fase que ele se encontra, você pode começar com algo baixo e ir aumentando aos poucos.

Defina dias no mês para sacar o seu dinheiro, assim você não gasta de pouco em pouco sem perceber.

Faça as contas e se planeje para investir, seja no seu site, em registrar domínio, gastar com identidade visual, ou com a produção dos seus produtos, frete, e outros gastos que você tem. Sei que no começo pode ser difícil, mas a partir de um certo ponto, você pode guardar dinheiro para possíveis gastos ou investimentos futuros, o que é muito importante.

O ideal, seria você ter valores ou porcentagens consolidadas para: gastos do seu negócio, seu salário, poupança do seu negócio, e seu lucro.

E aí, que tal colocar em prática esses planos, e começar a ter um negócio pronto para o sucesso? Quero portar mais dicas assim, e em breve teremos mais conteúdos relacionados a isso, fica de olho no instagram @butlariz, que vou avisar por lá. Tem alguma sugestão? Fique a vontade para comentar aqui no post, ou entrar em contato pelo insta!