Qual é o seu sonho? Qual o seu maior objetivo? A vida é feita disso, de encontrar algo pelo qual lutar. De tentar chegar lá. De traçar uma linha de chegada, muitas vezes sem nem saber por qual caminho percorrer.
Muitas vezes, antes mesmo de saber o que queremos, é comum encontrarmos uma inspiração, seja ela uma blogueira famosa, um cantor, ou qualquer outra grande pessoa que admiramos de alguma forma. Focamos nisso, e pensamos: “é assim que eu quero ser”. Depois disso escolhemos a nossa trilha e seguimos nela. Então, depois de percorrer, seja um bom pedaço, ou logo no começo, chegamos em um ponto em que o caminho se transforma em montanha russa. Ora subindo, ora descendo. Ora de tirar o fôlego, ora de uma ansiedade que parece não ter fim. É aí que começamos a encontrar problemas. Problemas esses que nos perseguem, e nunca deixam de estar lá. Mal superamos um e já tem outro em vista para nos atormentar, não nos deixa nem um metro de paz que seja.
Então passamos a nos questionar: “É isso mesmo que eu quero?”, “Eu deveria desistir?”, e tem aqueles mais radicais ainda, que nem começaram e já pensam “Não, eu não vou conseguir”. Não se alcança a linha de chegada assim, sem passar pelas curvas, sem pular os buracos, sem desviar dos obstáculos. Cada problema, uma solução, o que não pode é desistir. Se você desiste, aí mesmo que você não chega lá. O caminho para alguns é mais curto, é verdade, mas não quer dizer que foi mais fácil. E a verdadeira questão é: “Como?”. Como chegar lá? Como alcançar? Como não desistir? É difícil, eu sei.
Pra chegar lá, precisamos percorrer o caminho, certo? E qual a melhor forma? Não é se lamentando, não é pensando em desistir. É pensando positivo, que vai dar certo, que vai chegar lá, e vai chegar chegando. É planejando, ninguém corre uma maratona sem preparação. É preciso ter uma ideia de como é o caminho, fazer as pesquisas de campo, botar muita água na mochila, se aquecer, treinar, e depois correr. Quando alguém te diz “se joga nessa”, não quer dizer pra ir só com a cara e a coragem. Tem que estar de malas prontas, ou então você fica sem nada.
A pergunta mais difícil nessa jornada, é “Como não desistir?”. Depois de ter se preparado, e ter dado a largada, é comum começarmos a nos comparar com quem também está correndo. Esse é o nosso erro. O principal dele. Acredite, isso não é uma corrida. Chegar primeiro, não te fará ser melhor. Se alguém tem mais que você, está mais na frente que você, não quer dizer que seja melhor do que você. Não, isso não é uma competição. Se comparar com os outros só dificulta as coisas. Você não sabe o que a pessoa tem, você não sabe pelo que a pessoa passou pra estar onde está agora. Muita gente só compartilha a felicidade, e prefere guardar a parte difícil, isso faz parte da trilha dela. O que importa, é a sua. Se compare apenas com você mesmo. Olhe para trás: Quanto você já percorreu? Você corria melhor antes do que agora? Você está progredindo, ou andando pra trás? Só você se conhece, melhor do que ninguém, então só tente superar você mesmo.
E por fim, a chegada. Ela existe mesmo? Como sabemos quando chegamos lá? Não da pra saber, a vida é uma corrida sem fim. Alcance um objetivo, e terá outros dez. E isso não é ruim, os melhores sonhadores são os que sonham grande, nunca tenha medo de fazer isso. Não importa qual parte do caminho você está agora, já atingiu 10 metros, 20, 1 km… Sempre vai ter mais para percorrer, não esqueça de agradecer pelo que já conseguiu, mas sempre tenha a ambição de se ir mais além. Mas não em grande quantidade, já que tudo em excesso faz mal.
Acredite em mim, você consegue. A força que você precisa, está em nenhum lugar além de em você mesmo. Se você teve a coragem para sonhar, você tem a melhor peça desse jogo para conseguir ganhar.